domingo, 13 de agosto de 2017

BURGER KING E MAIS 160 EMPRESAS NÃO CUMPREM LEIS LABORAIS DE TIMOR-LESTE

PARTILHAR
CONFEDERAÇÃO SINDICAL FAZ A DENÚNCIA E O BALANÇO

A cadeia internacional Burger King recusa pagar as horas extraordinárias aos empregados que em Timor-Leste prestam serviço, violando a legalidade inscrita nas leis laborais do país.

Para além da citada Burger King mais de 160 empresas foram referidas pela Confederação Sindical dos Trabalhadores de Timor-Leste (CSTTL), sobre incumprimentos da lei.

O Secretário-Geral dos Sindicatos dos Trabalhadores Timorenses. José da Conceição,  referiu que alguns destes casos, denunciados pelos trabalhadores, já foram resolvidos e outros estão em fase de resolução.

No caso do citado Burger King, os trabalhadores tiveram de entrar em greve em Fevereiro deste ano devido à recusa da empresa em cumprir com o estipulado na lei timorense sobre o pagamento das horas extraordinárias.

TA com RTTL
PARTILHAR

Author: verified_user

Publicação luso-timorense sem fins lucrativos

0 comentários: